Coquetel HIV: Como e Quando tomar?

Para combater o HIV é necessário utilizar pelo menos três antirretrovirais combinados, por isso o apelido de coquetel, sendo dois medicamentos de classes diferentes, que poderão ser combinados em um só comprimido. Esses compostos e a dosagem variam de acordo com o estágio da doença de cada paciente.

coquetel hiv como e quando tomar

O tratamento é complexo, necessita de acompanhamento médico para avaliar as adaptações do organismo ao tratamento, seus efeitos colaterais e as possíveis dificuldades em seguir corretamente as recomendações médicas. Por isso, é fundamental sempre manter o diálogo aberto com seu médico, compreender o de tratamento e nunca ficar com dúvidas.

Veja Também: Conheça os Efeitos Colaterais do Coquetel HIV

HIV – Formas de transmissão

• Fazendo sexo sem camisinha (oral, vaginal ou anal);
• Compartilhando agulhas e seringas contaminadas;
• Da mãe para o bebê durante a gravidez, na hora do parto e/ou amamentação.

Se você está no chamado “grupo de risco” deverá fazer o teste de HIV positivo. Os testes são gratuitos e seu resultado é seguro e sigiloso. É realizado a partir da coleta de sangue. Se der negativo, a pessoa não foi infectada pelo vírus. Mas os pacientes que tiverem o resultado positivo devem fazer acompanhamento médico. A medicação diminui a multiplicação do vírus no corpo, e recupera as defesas do organismo, aumentando a qualidade de vida do soropositivo.

Coquetel HIV – Como e quando tomar?

coquetel hiv como quando tomar

Cada medicamento possui uma forma diferente de consumo. Para o sucesso do tratamento, é fundamental seguir corretamente as recomendações médicas, respeitando-se os horários. O consumo de álcool, drogas e outros medicamentos podem prejudicar o tratamento e até fazer o paciente passar mal. Por isso, esclareça todas as suas dúvidas com o médico e o farmacêutico.

Formas de lembrar de tomar o coquetel HIV

  • Porta-pílula: Servem para organizar as doses diárias ou de um período determinado como em viagens.
  • Diário: anotar em um caderno cada dose tomada, ajuda a não esquecer ou pular doses.
  • Alarmes: evita o esquecimento e ajuda a rotina para o uso correto dos medicamentos. Despertadores, relógios de pulso e telefones celulares podem ser programados.
  • Interromper, não tomar corretamente os medicamentos prejudica o tratamento. Atitudes como essa podem causar resistência do vírus ao princípio ativo do remédio. Em caso de esquecimento ou perda de doses, o paciente deve entrar em contato com o médico ou o farmacêutico responsável o quanto antes.

Coquetel HIV – Leve uma vida normal

Mesmo em tratamento, a pessoa com HIV pode levar uma vida normal, sem abandonar a sua vida afetiva e social. Ela deve trabalhar, namorar, beijar na boca, transar (sempre com camisinha), passear, se divertir e fazer amigos. E, lembre-se, o tratamento está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) e é um direito de todos.

Deixe um comentário!